Arquivo para indie

Black Keys, Alabama Shakes, o Clássico e o Indie

Posted in Sons, Viagens with tags , , , , on 16/05/2013 by Kilminster

Demorei para botar isso no papel, mas essa idéia já vem martelando na minha cabeça há algum tempo.

Sempre me aborreceu na tal verve indie que domina o ambiente rock atual, o fato de que precisa ser novo para ser bom e tem que ser diferente, mesmo que não seja legal. Uma neofilia inexplicável, como se arte, tal qual conhecimento, não pudesse ser cumulativa.

Mas eis que vou ao Lollapalooza 2013, em São Paulo e me deparo com toda aquela galera dita indie vibrando com o Alabama Shakes e idolatrando o Black Keys.

As duas são bandas bem legais, surgidas de 2000 pra cá e ultimamente vem conseguindo destaque de público e crítica.

A grande questão é: o Black Keys faz um som bastante calcado no blues e blues rock, tendo momentos de muita semelhança com o Cream e outras bandas, principalmente inglesas do fim dos anos 1960 e começo dos 1970.

O Alabama Shakes se situa muito bem colocado em um ponto entre o southern rock e o soul. Ouve-se influências de Creedence Clearwater Revival, Lynyrd Skynyrd, Allman Brothers, Otis Reding, Janis Joplin, Aretha Franklin…

Até aí tudo bem, mas qual o sentido de uma galera toda que acha tudo “velharia”, gostar tanto de bandas com som tão calcado nessas mesmas velharias?

Quando se trata de arte, coisas não podem ser simplesmente substituídas. O que tem valor permanece, o novo acrescenta e uma coisa é ponto de partida para outra. O resto é pura limitação.

Como gritavam Chuck D e Flavor Flav, “Don’t believe the hype”.