Arquivo para bode expiatório

Bode Expiatório

Posted in Olhares with tags , on 05/11/2012 by Kilminster

Segundo verificado na popular Wikipédia:

“Dois bodes eram levados, juntamente a um touro, ao lugar de sacrifício, como parte dos Korbanot do Templo de Jerusalém. No templo os sacerdotes sorteavam um dos bodes. Um era queimado em holocausto no altar de sacrifício com o touro. O segundo tornava-se o bode expiatório, pois o sacerdote punha suas mãos sobre a cabeça do animal e confessava os pecados do povo de Israel. Posteriormente, o bode era deixado ao relento na natureza selvagem, levando consigo os pecados de toda a gente, para ser reclamado pelo anjo caído Azazel.

E assim vai. A sociedade continua fazendo uso do pobre bode, só que agora ele se transfigura em personagens humanos ou grupos a quem toda culpa por um fato é atribuída e através da execração do mesmo se dá a libertação de toda a sociedade.

É a persistência do ideário da caça às bruxas, pois estas são a causa do mal, portanto devem ser queimadas.

Com o passar das eras, a sociedade adquiriu contornos cada vez mais complexos, com nuances e minúcias que se não impedem completamente, dificultam qualquer tipo de generalização. Cada vez menos estereótipos podem ser aplicados.

Mas como sempre, a humanidade escolhe ir na contramão e para buscar explicações para tanta complexidade, escolhe acreditar nos modelos mais simplistas.

Daí a aclamação de heróis e exprobração de vilões, que são eleitos bodes expiatórios e execrados para levarem consigo os pecados de toda gente, para serem reclamados pelos anjos caídos.

Ser humano precisa fechar para balanço. Urgente!