Archive for the Uncategorized Category

Posted in Uncategorized on 24/12/2013 by Kilminster

Anúncios

Schadenfreunde

Posted in Uncategorized with tags , , on 21/02/2013 by Kilminster

Originária do alemão, esta palavrinha estranha e difícil de falar tem um significado muito interessante, ‘”schadenfreunde” nada mais é que “o prazer pela desgraça de alguém desprezível”.

Curioso é que apesar de não haver no português uma palavra correspondente, este é um sentimento que todos temos em algum momento. Não necessariamente para com pessoas de nosso convívio, mas também por personagens de ficção. Quem nunca, diante de um último capítulo de novela não exclamou “Bem feito! O otário se ferrou”.

E isso desde a nossa mais tenra idade. Sentimos schadenfreunde quando a bruxa da Branca de Neve despencou do precipício, quando o Capitão Gancho foi devorado pelo crocodilo, quando o Lobo Mau foi aniquilado pelo caçador e quando determinado zémané foi eliminado do BBB.

Sentiremos schadenfreunde quando determinadas figuras públicas tiverem a contrapartida do que fizeram e quando roubarem o som do carro daquele seu vizinho que compartilha seus funks com quem estiver num raio de 5km.

Sentimos quando o touro pega o toureiro, quando o ladrão fica entalado na janela e, (perigo, perigo), quando a polícia estoura os miolos de algum “bandido”.

Sentimos schadenfreunde quando a bruxa arde na fogueira do inquisidor!

Como diria Schopenhauer:

“Neid zu fühlen ist menschlich, Schadenfreude zu genießen teuflisch.”  – É humano sentir, deleitar-se com a Schadenfreude é diabólico.

Ted

Posted in Uncategorized on 27/09/2012 by Kilminster

Por que tem sempre alguém achando que pode decidir as coisas por nós, hein?

Um padre, um pastor, um sei lá o que, um ministro, um virulento postador de facebook ou um glorioso deputado.

Veja só que nosso estimado Protógenes levou seu filho de 11 anos para ver um filme recomendado para maiores de 16 e saiu horrorizado. Disse que ninguém deveria ver aquilo. Segundo ele o filme “passa a mensagem de quem não trabalha nem estuda e usa drogas é feliz”.

Bem… Digamos que se eu não precisasse trabalhar ou estudar, talvez fosse mais feliz mesmo. E quanto às drogas, uma cervejinha está inclusa aí? Se estiver, concordo plenamente com a afirmação acima.

Nosso nobre parlamentar crê que o filme influenciará negativamente as pessoas.

Tudo bem que eu vivo dizendo que minha fé na humanidade anda pra lá de combalida, o que será reforçado tão logo comecem as manifestações favoráveis ao nosso deputado, mas daí a achar que um filme com um ursinho de pelúcia vai desencadear a degradação de nossa sociedade é realmente de lascar.

Se você aceita que um urso de pelúcia ganhará vida e sairá andando e falando, já topou o absurdo e sabe que está diante de uma obra de FICÇÃO! E subentende-se que aí já estamos relaxados e prontos para rir de algo que sabemos irreal, Me recuso a acreditar que alguém assistirá ao TED e encontrará ali uma filosofia de vida.

Quanto ao impacto que a “obra” causará na moral e no entendimento de cada pessoa, isso deve ser restrito à individualidade de cada um. Para ir ao cinema, o sujeito deve pagar ingresso. O mesmo vale para compra e locação de DVD, pay-per-view e até mesmo download ilegal. Ou seja, o filme só será visto se a pessoa tiver a iniciativa de vê-lo. Mesmo a TV aberta ainda oferece a opção “mudar de canal”.

Desta forma, cada um tem o direito de achar o que quiser e inclusive de recomendar ou desaconselhar o filme. Agora de sugerir que este deva ser proibido é passar de todo e qualquer limite.

Pior exemplo para as pessoas são parlamentares que recebem altos salários custeados com impostos pagos pela sociedade e que trabalham de terça a quinta, comparecendo ou se ausentando de sessões conforme interesses de seus conchavos, vendendo votos ou coisa parecida.

Recomendável seria ao deputado que se preocupasse com a situação da educação dos brasileiros para garantir a estes discernimento suficiente para que escolham o que realmente querem ver.

Ficção é só ficção.

 

 

Blog em Férias

Posted in Uncategorized on 11/07/2012 by Kilminster

Intervenções esporádicas podem ocorrer, mas não é uma promessa!

Coisas Que Enchem o Saco

Posted in Momento Sr. Saraiva, Uncategorized, Viagens with tags , , on 15/03/2012 by Kilminster

 

1) Aquele aviso no Metrô que diz: Em razão das chuvas os trens estão circulando com velocidade reduzida e maior tempo de parada. – Que horror! E para tal, basta que alguém cuspa na via. E tome lerdeza, super lotação, cotoveladas, aperto, moleques com mochilas gigantes e senhoras baixinhas cheias de sacolas. Nesses dias, o a administração do Metrô deveria distribuir na saída, atestados de lerdeza. Porque aos ouvidos do chefe, metrô ruim é desculpa esfarrapada;


2) Horário Eleitoral Gratuito – Se essa porcaria fosse usada para o fim a que se destina, seria ótimo, mas pelo contrário. A maioria das campanhas serve para desinformar e confundir a massa. O que acabamos vendo são obras de marqueteiros com muito apelo emocional. Como se campanha eleitoral servisse para vender margarina;


3) Rádios que cortam trechos de músicas – Que droga! Eles cortam todos os solos de músicas. Se acham que a música é muito grande, simplesmente não a toquem. Dá uma raiva! Imagine você, ver o quadro da Santa Ceia de Da Vinci, com um dos apóstolos faltando só para o quadro caber na parede!!!


4) Gente que não consegue andar e falar ao mesmo tempo – Estes geralmente estão andando em grupos de três pessoas ou mais, sempre na sua frente. Sempre param de andar enquanto falam. Viram para trás e gesticulam e se espalhando pelo passeio. E você, que invariavelmente estará com muita pressa, ficará ziguezagueando sem conseguir ultrapassá-los;


5) Operador de Telemarketing – Quem agüenta um cidadão que te liga às 8:00 da manhã no sábado para vender cartão de crédito, assinatura de jornais/revistas ou pedir doações para salvar as manadas de gnus do Botswana. E aquele texto decoradinho? Fora as argumentações e as contra-argumentações que só terminam quando você reage de modo mal educado.

Obrigado!

Posted in Uncategorized on 31/05/2011 by Kilminster

Este pequeno blog vem aumentando sua média de acessos nos últimos meses.

A todos que dedicaram um singelo clique a esta página, meu sincero muito obrigado.

A Eterna Estupidez Humana

Posted in Momento Sr. Saraiva, Olhares, Uncategorized with tags , , on 26/01/2011 by Kilminster

Como é possível que depois desses anos todos, depois de tudo que a humanidade já passou, depois de todos os horrores observados por conta dessas coisas, em vez de dar um passo à frente, os seres humanos em sua eterna vocação para a imbecilidade resolvem regredir.

Em vez de se voltarem para a compreensão, o entendimento e a aceitação do outro, pipocam seitas que se dizem cristãs, mas que no fundo esquecem do preceito mor da filosofia cristã que é o amor ao próximo e à caridade.

Juntam-se a outros fanáticos, já enraizados pelos séculos de cegueira e louvam a deus aos berros, com lágrimas e surtos diversos, declaram amor incondicional ao senhor e se esquecem de perdoar, de entender e de amar aquele que está ao lado.

Em vez de olharem para o futuro, dão a impressão de sentirem saudades da inquisição, tamanho o ódio com que olham para aqueles que não lhes são iguais. Pode apostar que se tivessem poderes para tal, queimariam bruxas e hereges em praça pública.

Em vez da liberdade e da consciência, preferem uma infinidade de regras que lhes restringe a felicidade e a capacidade de escolherem que rumo darem às suas vidas. Abrem mão de pensar.

Tão cristãos que são, seriam bem capazes de queimar Cristo como herege caso este retornasse a Terra e lhes surgisse à frente.