Arquivo para outubro, 2013

Atlas

Posted in Olhares with tags , , on 08/10/2013 by Kilminster
Atlas, o Titã, segurava o mundo nas costas. Suportava-lhe todo o peso e garantia que os céus não caíssem sobre a Terra.
Após a Titanomaquia foi esta sua punição, imposta por Zeus. Garantia a existência do mundo conhecido eAtlas_Schloss_Linderhof toda a vida nele contida.
Assim foi por toda a eternidade até que o reino dos deuses se recolhesse ao reino das lendas. Apenas por poucos momentos o herói Heracles aliviou de seus ombros o peso de seu fardo.
Tal qual Atlas vivemos. Cada qual com seu mundo sobre os ombros. Bem sabemos que não podemos largar sob pena de que ele nos caia sobre a cabeça.
Não temos Heracles para nos aliviar. Cabe-nos, portanto, a árdua tarefa de arrumar forças para manter erguido o firmamento.
O peso do mundo nos curva as costas, arde os músculos e fadiga a alma, mas não há alternativa. Resta a força, a luta e a superação.

A Velha MTV

Posted in Olhares with tags on 01/10/2013 by Kilminster
Já era a velha MTV Brasil. Talvez tenha durado até mais do que deveria, tendo em vista as grandes mudanças pelas quais passou, em especial a partir dos anos 2000.
A internet e principalmente a chegada da banda larga no Brasil, que permitiu assistir a vídeos online com tranqüilidade, fizeram com que a emissora desviasse seu foco da música para a cultura jovem como um todo, por vezes beirando o popularesco. A partir daí nada mais foi o mesmo. E nem poderia ser.
Pra quem nasceu no meio da década de 90 e não sabe o que é o mundo sem o youtube, não faz idéia do que era ter uma emissora que passava videoclipes e que falava só de música o tempo todo.
Antes disso, era apenas um programazinho de clipes aqui, outro ali… Um Clip Trip ou Kliptonita… coisas assim. O Som Pop da Cultura já era um oásis.
De repente aparece a MTV, passando clipes de bandas que a gente nem sonhava em ver, clipes diferentes de bandas que conhecíamos. Era como se a janela do mundo fosse aberta bem na nossa frente.
E tome colocar araminho torcido aqui e ali para sintonizar mal e porcamente o canal 32UHF, porque é verdade, já vivemos sem TV a Cabo.
Linguagem jovem, vinhetas esquisitas, VJs com quem a gente se identificava, programas para todos os gostos, cobertura de shows, entrevistas, programas gringos… Finalmente a gente fazia parte do mundo.
Com o passar do tempo, passamos a ter acesso a tais coisas de outra forma, o que obrigou a emissora a partir para outras atrações, humor, reality shows e versões horrorosas do velho Namoro na TV do Sílvio Santos.
Enfim, passou o tempo e lá se vai a velha MTV. Não existe hoje espaço para o que ela um dia foi e não sei se alguma coisa causaria tal impacto. Digo hoje, talvez com alguns anos de atraso, descanse em paz.