Música Para Ouvir

É um sintoma da atual modernidade. Ninguém pára para ouvir música. Música virou trilha sonora para alguma outra coisa.

Ouvimos música quando estamos dirigindo, no ônibus, enquanto lavamos louça, varremos a casa, conversamos com amigos. A música na verdade fica ali no fundo, como se servisse apenas para preencher os silêncios.

Para mim tem que ser mais que isso. Não há nada como parar para ouvir música. Se acomodar em um sofazão confortável, apagar a luz e colocar algumas faixas para rodarem.

Ouvir com atenção, reparando nos detalhes, tentando entender a letra, experimentando as sensações que cada passagem instrumental provoca. Só assim se compreende integralmente o que foi feito pelo artista, quais eram as intenções dele com aquela música e, de fato, o quanto ela significa pra você.

Música é para ouvir se deixar levar. Se você vai ficar contemplativo, se vai ter vontade de levantar e dançar, de pegar a estrada, pilotar uma moto ou resgatar uma memória perdida, é música que vai dizer.

A atenção mostra bem melhor o que é descartável e o que vai ficar. O que se tornará clássico e o que cheirará a mofo no próximo verão.

Mas isso não funciona se a música for só trilha sonora. Música é para ouvir.

A propósito, completa 70 anos hoje Sir. Paul McCartney, autor de diversas pequenas pérolas que merecem toda a nossa atenção.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: