Dias Gelados

Tempo frio é um convite à preguiça, né não? Talvez mais até do que o verão de calor acachapante. Isso porque no calorão, a preguiça é oriunda da sensação sufocante do sol, do ar úmido e pesado, ou da brisa do mar que disfarça o ardor na pele. É quase uma prostração, resultado da sensação de cansaço que as altas temperaturas dão.

No frio a preguiça é inevitável. A introspecção causada pelo cinza do céu faz com que a gente queira ficar mais quieto, quase imóvel, em silêncio, só esperando o sono chegar. É a preguiça pura. Sábios são os ursos que hibernam.No frio, a preguiça é pura.

Preguiça de sair da cama, de sair à rua, de tirar a roupa e entrar no banho, de sair do banho e botar a roupa, de tirar o pijama…

Até naqueles lindos dias de céu azul e vento cortante quando a gente sai para uma caminhada. A gente vai andando devagarzinho, com as mãos no bolso do casaco, cabeça baixa para evitar o vento e raramente resiste a um capuccino bem quentinho em uma cafeteria bonita.

Em dias frios, a vontade que dá é de assistir um filme bem bobo, no sofá, embaixo das cobertas, tomando leite com bolachinhas mergulhadas. De preferência dando aquela cochilada no meio, para depois, sem dar a menor importância, ver o final feliz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: