Isso não, vai… Por favor…

Em 1986, durante a Copa do Mundo, os alegres mexicanos apresentaram ao mundo durante a copa a sensacional Ola, até hoje reproduzida nos estádios do mundo.

A Ola, ou onda, em português, consistia em movimentos realizados em conjunto pelos espectadores de uma partida de futebol, ou qualquer outro evento onde a platéia estivesse organizada em uma arquibancada, sentando-se e levantando-se alternadamente de modo a simular o movimento de uma onda.

O efeito visual interessante e a possibilidade de participação de todos fez com que os brasileiros a adotassem imediatamente de modo que até hoje em jogos e shows a ola tem sua presença garantida.

Agora, em 2010, os sul-africanos  apresentam ao mundo a Vuvuzela.

Ao contrário das já tradicionais cornetas de estádio, que são tocadas como um berrante de boiadeiro, as vuvuzelas possuem uma espécie de boquilha que permite ao feliz tocador de vuvuzela fazer seu barulho sem esforço.

Como resultado, em vez de intervenções esporádicas, as vuvuzelas soam sem interrupções.

Individualmente, uma vuvuzela soa como um elefante, ou sirene, mas em conjunto, elas soam como um enxame de abelhas gigantes e enfurecidas.

Faço aqui um apelo às torcidas do Brasil para que não adotem este apetrecho! Ninguém merece. Aquela barulheira infernal é capaz de deixar qualquer um tonto. Vamos evitar esse desgaste… Isso não, vai? Por favor…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: